quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Opinião

Oi meninas, tudo bem!

Hoje vou falar um pouquinho sobre opinião,  acredito que deveria ser uma atitude que as pessoas deveria dar somente quando solicitadas.......rsrsrsrsrs
É um saco quando te enchem com mil e uma "dicas" de como cuidar do seu filho.
Mas esses dias tive que conter porque lá vou eu querer dar opinião de como cuidar dos filhos dos outros......hahahahaha.
Como sabem o meu pequeno é especial, (ainda não sabemos o seu diagnóstico, em fase de investigação), mas ele é super bonzinho, esperto, alegre, carinhoso, tudo de bom!!
Como eu amo esse serzinho!!
Voltando assunto:
Estava eu conversando com um colega de trabalho, que tem um menino mais velho que o Luquinhas somente 1 mês, ele falou que havia dando 3 surras no menino somente no dia de ontem..........
O menino tem 1 ano e três meses!
Fiquei passada, com coração doendo!
Porque o menino queira subir em todos os lugares, sei que é perigoso ele cair, e tal, etc.....
Que ele batia, mas não resolvia, ele voltava e subia de novo.
Gente eu também apanhei quando criança, mas era mais velha, é poucas vezes....
Estou bem e viva!
Mas bater num bebê de um ano e três meses..........me partiu o coração!
Como é bom ter um filho saudável, que tem energia para brincar e conhecer o mundo!
Eu vejo tantas crianças imóveis  lá na APAE, que os pais se animam porque a criança conseguiu pela primeira vez segurar um brinquedo por alguns minutos..........começou a ficar sentadinho, a segurar mais o pescoço..........
Então hoje vou dar a minha opinião sem solicitação mesmo,( rsrsrsrsrsrs) como forma de desabafo:
Dê mais amor, mais atenção para seu filho e tente não bater e gritar!
Seu filho está desenvolvendo e conhecendo o mundo essa fase vai passar!



4 comentários:

  1. Disse tudo Dinha. Amor, pra mim, nunca é demais!!!!
    Bjo.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, Dinha... fiquei passada com seu relato!

    Realmente esse mundo tá todo errado mesmo!

    Que bom que existem pessoas como vc, que sabe que violência não resolve nada e que amor é sempre o melhor caminho.

    Beijos em vcs,

    Mãe & Mel

    ResponderExcluir
  3. Estou chocada com essa mãe. ...e olha que não falou em tapinhas e sim em surra!!!!! Que absurdo. ...pobre criança. ....
    Beijo no coração, Dinha e fica com Deus.

    ResponderExcluir
  4. Dói no coração ler isso...
    Como as vezes temos muito e nao nos damos conta! Como temos saúde e a destruímos, como temos chances que são jogadas no lixo, como temos coisas demais e gratidão de menos...
    E era a favor da palmada ate antes do meu filho nascer. Hoje nao consigo imaginar algo tao grave a ponto de que eu tivesse que bater nele.
    Eu achava abobrinha essa patrulha politicamente correta em cima das musicas infantis. Aí meu filho nasceu e eu fiquei pensando: por que diabos eu vou cantar que a cuca vai pegar ele e que o bicho papão espera em cima do telhado se ele ainda é um bebezinho que só esta querendo dormir? Por que ele tem que saber q o mundo é horrível e o bicho papão realmente existe (e como existe) se ele anda tem a chance de viver alguns (poucos) anos sem saber disso?
    Tanta coisa poderia dar errado nas nossas vidas e nas vidas deles e a gente ainda é capaz e espancar uma crianca por que ela subiu em algum lugar?
    Impressionante seu post.
    Obrigada por ele.

    ResponderExcluir